Lisboa e
Vale do Tejo

Portugal

uma casa portuguesa

Estas duas regiões têm um denominador comum que é o rio Tejo.

Lisboa é uma cidade de tal maneira cosmopolita que para além de arrebatar vários prémios internacionais de turismo, dá o nome a uma região de vinhos. É a cidade que melhor representa Portugal e a maneira de ser portuguesa. Tem um património histórico assinalável e uma tipicidade única nos seus ambientes e na sua luz. Além disso, existe outra Lisboa ainda pouco explorada. A dois passos da metrópole existe um perfeito paraíso campestre, onde reina a tranquilidade, uma Lisboa de quintas e propriedades familiares onde em tempos se produziam vinhos em massa.

Porém nos dias de hoje, há autênticos tesouros, mansões e terroirs bem explorados, que produzem vinhos brancos frescos das brisas atlânticas e tintos com carácter.

No interior temos a região DOC Tejo, com paisagens verdes e terrenos agrícolas férteis. Existe uma cultura muito peculiar que é a criação de touros bravos e a paixão pelas touradas. Esses prados verdejantes são chamados “lezíria”.

Nesta região agrícola de excelência não poderiam faltar as vinhas. Onde predomina um dueto de uvas portuguesas com uvas de fama internacional. A gastronomia é acente na influência do rio, com peixes e ervas, e carnes dos prados circundantes.

Voltar para 'Portugal'